Foto: RENOVA Mídia

Em vídeo compartilhado nesta sexta-feira (13), o vereador Carlos Bolsonaro – um dos filhos do Presidente Jair Bolsonaro – publicou, através de seu perfil no Twitter, um alerta do deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) acusando governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), de usar a Polícia Civil para forjar a participação da família de Bolsonaro, no caso do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista, Anderson Gomes, mortos em março de 2018.

No discurso, que tem duração média de 20 minutos, Otoni afirma:

“O governo do Wilson Witzel está colocando, isso a gente já sabe e estou denunciando isso há muito tempo, a máquina do Estado para forjar provas que envolvam a família do presidente no caso Marielle.”

Segundo o deputado, as conversas usadas como prova foram “armadas” e feitas por milicianos do Rio para “incriminar” o presidente Bolsonaro e sua família.

“Só que, na verdade, não tem conversa nenhuma. A conversa é totalmente montada”, ressaltou.

 

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui