Reprodução

Através de seu blog pessoal, Jean Wyllys comentou a respeito da agressão que Karol Eller sofreu.

O que ficou a entender no discurso de Jean Wyllys, é que este acusa que autores dos ataques homofóbicos são defensores de Bolsonaro assim com Karol, e com um certo sarcasmo afirmou que agora ela “apendeu” que homofobia existe.

Veja um trecho das palavras de Jean Wyllys:

“Karol aprendeu da pior maneira que, sim, a homofobia existe e que os homofóbicos estão se sentindo mais livres para perpetrar violências contra LGBTs desde que a extrema-direita se tornou hegemonia política e Bolsonaro venceu as eleições no Brasil”.

Opinião:

Esses militantes de esquerda e a grande mídia parece celebras a violência que Karol sofreu apenas por ela apoiar Bolsonaro.

Esse é o tal de “ódio do bem” do bem.

Sobre Jean Wyllys, mesmo com seu nome vinculado em vários artigos dizendo que ele saiu do Brasil por pagar um criminoso para matar Bolsonaro, não se cansa de querer aparecer e querer “lacrar”.

Com toda esquerda a odiando, você acha mesmo que Karol foi agredida por defensores de Bolsonaro?

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui